sábado, 15 de setembro de 2007

Um poeta popular




Celestino Costa, nascido na Abóbada em 1933, poeta popular, canteiro de profissão. É o último representante duma linhagem de artistas da pedra, iniciada pelo seu trisavô, Felismino Luís, também natural da mesma localidade. Trabalha, como profissional liberal, no Cemitério da Guia e noutros do concelho. Há décadas que executa trabalhos também para a minha família. Além deste A Minha Terra e Eu, sei que publicou mais uma colectânea poética, que desconheço, mas espero poder aqui referir proximamente.

3 comentários:

G u V i D u disse...

bem, e qq dia tomo coragem e os poemas até agora só publicados no blog (tb já estiveram,alguns, no recanto das letras,luso-poemas e escritartes)serão publicados, quiçá, e depois divulgados no seu blog...hehe

RAA disse...

Who knows?...

G u V i D u disse...

who knows?!...(",)
mas venho ao seu blog para aprender algo sobre Cascais e apreciar algumas fotos bem interessantes q aqui tem!

 
Golf
Golf